Como Solicitar Reembolso de Voo Cancelado: entenda o que fazer

Se você é uma pessoa que costuma viajar bastante a trabalho ou por turismo, eventualmente você precisará saber como solicitar reembolso de voo cancelado ou, ainda, entender quais são os seus direitos quando uma empresa de aviação cancelar uma viagem.

Isso porque existem diversas situações e imprevistos que podem fazer com que uma companhia aérea cancele algum voo.

No entanto, o cancelamento da viagem não deve significar ainda mais dores de cabeça para o passageiro.

Para não perder o dinheiro investido e acabar se prejudicando ou se atrasando para os seus compromissos de viagem, é fundamental entender como solicitar o reembolso de voo e o que a empresa contratada para a viagem deve oferecer de suporte.

Por isso, se você está com uma viagem marcada e as passagens em mão, continue a leitura e saiba como estar prevenido para todos os cenários.

Vamos te mostrar um passo a passo de como solicitar reembolso de voo cancelado. Vamos lá?

O que fazer quando um voo é cancelado?

Quando um voo é cancelado, existem, essencialmente, 4 coisas que você pode fazer: remarcar o seu voo, solicitar um reembolso, solicitar reacomodação ou comprar uma passagem com outra companhia de aviação.

Tudo vai depender, no fim das contas, dos motivos pelos quais o seu voo foi cancelado. Lembrando que você também não precisa fazer somente uma dessas opções e pode escolher mais de uma ação a ser tomada. Entenda:

Remarcar o seu voo

A primeira opção que você tem em mãos quando o seu voo é cancelado é remarcar com a companhia aérea para outro dia.

Essa é uma das soluções mais fáceis e que gera menos dor de cabeça, especialmente em situações em que o voo foi cancelado por conta de fatores externos à companhia aérea, como tempestades, mal tempo, bloqueio do espaço aéreo, etc.

Entretanto, de maneira geral, apesar de ser uma das opções mais pacíficas, ela não é muito útil para passageiros que acabaram perdendo algum compromisso importante por conta do cancelamento da viagem.

Solicitar um reembolso

A segunda opção de ação a ser tomada quando seu voo foi cancelado é exigir o reembolso do valor gasto com as suas passagens.

A empresa de aviação pode tentar optar fazer o reembolso em créditos com a própria companhia, mas você não é obrigado a aceitar.

Se você exigir o reembolso integral em dinheiro, a companhia aérea tem até sete dias para fazer o reembolso, contados a partir do pedido do passageiro.

Por fim, também precisamos deixar claro aqui que o reembolso não é corrigido pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Solicitar reacomodação ou execução da viagem em outro modal

Outra opção em suas mãos quando o seu voo foi cancelado é pedir a reacomodação ou a execução da viagem através de outras modalidades.

Ou seja, você pode exigir que a empresa aérea faça a sua reacomodação em outro voo da própria empresa ou de outra companhia de aviação.

A outra opção é exigir a execução da viagem através de outras modalidades, como transporte através de ônibus ou van.

Esse tipo de solução, entretanto, só é realmente vantajosa para o cliente quando estamos falando de viagens curtas, como Rio de Janeiro – São Paulo, por exemplo, e quando você tem um compromisso muito urgente que não pode perder de jeito nenhum.

Comprar outra passagem com outra companhia aérea

Por fim, a solução mais drástica que você pode tomar é procurar outra companhia aérea que tenha um voo para o mesmo destino.

Essa solução, entretanto, só é realmente útil para quem tem dinheiro suficiente para realizar outra compra antes mesmo de receber o seu reembolso.

Como vimos, isso nem sempre é possível, pois a empresa de aviação tem até 7 dias para fazer o reembolso.

Em todo caso, saiba que esse tipo de situação pode gerar danos morais e que você deve buscar os seus direitos através de empresas especializadas, como é o caso da LiberFly.

Quanto tempo a empresa tem para fazer o reembolso?

Após solicitar o reembolso, a empresa tem o prazo de 7 dias para devolução do valor da passagem. Essa regra vale para todos os voos programados entre 18 de março de 2020 e a partir de janeiro de 2022.

Na pandemia, houve uma exceção. Por isso, no caso dos voos cancelados entre 19 de março de 2020 e 31 de dezembro de 2021, o prazo para pagamento do reembolso passou a ser 12 meses.

Atualmente, o que vale é o prazo de 7 dias. Vale destacar novamente que no caso do reembolso, não se aplica a correção do INPC.

Por que um voo pode ser cancelado?

Além de entender como solicitar reembolso de voo cancelado, é importante entender quais são os fatores que podem levar a companhia aérea a cancelar a viagem.

Muitas pessoas não sabem, mas de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), também é um direito do passageiro saber o motivo do cancelamento.

Sabendo o que aconteceu para que a viagem fosse cancelada, o passageiro terá mais recursos para buscar pelos seus direitos.

Por isso, essa transparência é fundamental por parte dos profissionais da empresa contratada.

De modo geral, podemos listar alguns fatores recorrentes que podem fazer com que a companhia cancele o voo. Veja:

  • Redução de voos para o destino: dependendo do destino da viagem, de acordo com a época ou outros fatores, o voo pode não ser tão lucrativo para a companhia, levando ao cancelamento da viagem;
  • Redução da malha aérea: outro motivo de cancelamento de voo é a redução da malha aérea, no qual as empresas acabam cancelando ou alterando o horário do voo;
  • Problemas internos: manutenções não planejadas, queda de sistemas operacionais, interferências logísticas, greve de funcionários, falta de equipe e outros fatores internos da empresa podem ser os motivos de um cancelamento de voo;
  • Fatores meteorológicos: condições que não sejam adequadas e seguras para o voo também podem ser fatores para cancelamento do voo;
  • Falta de tripulação: se a companhia não tiver equipe para seguir com o voo, ele poderá ser cancelado. É importante lembrar que os tripulantes não devem ultrapassar o limite de 11 horas de trabalho;
  • Conflitos externos e desastres naturais: fatores externos, como conflitos, pandemias, epidemias, furacões, tornados e outros desastres naturais também podem causar o cancelamento;
  • Avião com lotação: se por algum erro no processo de vendas ocorrer de mais passagens forem vendidas do que é possível no embarque, o voo pode atrasar ou acabar sendo cancelado;
  • No-show: esse tipo de situação ocorre quando o passageiro não faz o check-in no embarque de ida e a empresa acaba realizando o cancelamento automático da volta.

Cancelamento de voo Covid

Como vimos, fatores externos, como a própria pandemia de COVID-19, podem levar a companhia aérea a cancelar um voo.

No caso do passageiro com suspeita ou diagnóstico de COVID-19, pode ser realizado tanto o pedido de reembolso como também a alteração da data de viagem.

Cada empresa determina diferentes protocolos, assim como os países também podem pedir diferentes documentações para liberação de entrada no país, como comprovantes de vacinação e isolamento.

Antes da viagem, é importante se manter informado e tomando os devidos cuidados, tanto para prevenção como para contenção da transmissão na manifestação de qualquer sintoma.

Como saber se o voo foi cancelado?

A melhor maneira de saber se o seu voo foi cancelado é checar o status do seu voo. Essa é uma prática recomendada em qualquer caso, pois muitas vezes as empresas de aviação não cumprem com sua obrigação de informar os passageiros sobre o cancelamento.

Portanto, para evitar esse tipo de situação, é importante que você sempre consulte o status da sua passagem antes mesmo de se deslocar até o aeroporto.

Embora não seja ideal, trata-se de uma solução mais eficiente do que mudar os seus planos de última hora por conta de um voo cancelado.

E verificar o status da sua passagem aérea é bem fácil. Basta entrar no site da empresa ou entrar em contato com ela através da central de atendimento.

Uma vez que você tenha feito uma dessas ações, é preciso ter em mãos o código de reserva, ou seja, o localizador, que pode estar na sua caixa de e-mail.

Veja a seguir os principais meios de contato para as principais companhias aéreas que operam hoje no Brasil:

Como solicitar reembolso de voo cancelado: 3 passos

Agora que você já sabe como saber se o seu voo foi cancelado, as principais razões para cancelamento de voo e quanto tempo a empresa tem para fazer o reembolso, confira como solicitar o reembolso em três passos simples:

Verifique se o seu voo realmente foi cancelado

Em primeiro lugar, é preciso que você verifique se o seu voo realmente foi cancelado ou não.

Para isso, basta seguir as instruções do tópico acima, ou seja, entrar em contato com a companhia aérea ou checar o status do seu voo nos sites das empresas.

Saiba que a empresa tem a obrigação de te avisar sobre o cancelamento do voo com 30 dias de antecedência. Caso isso não aconteça, você tem direito a buscar uma indenização por danos morais.

Entre em contato com a companhia aérea

Uma vez que você sabe que o seu voo foi realmente cancelado, você deve entrar em contato com a companhia aérea.

A primeira coisa a fazer é perguntar o motivo do cancelamento. A empresa aérea tem a obrigação de te dar uma justificativa para o cancelamento e você pode exigir que ela seja entregue por escrito para utilizar como prova em um momento posterior.

Em seguida, o próximo passo a tomar é exigir o seu reembolso. Provavelmente, a empresa de aviação vai te oferecer o ressarcimento em crédito com a própria companhia, ou seja, para a compra de outras passagens.

Saiba que você não é obrigado a aceitar receber vaucher ou créditos dentro da própria empresa e pode optar pelo ressarcimento em dinheiro.

A partir do momento em que você pedir o seu reembolso, a empresa aérea tem até 7 dias para colocar o dinheiro de volta na sua conta.

Conheça os seus direitos

Por fim, é importante que você conheça os seus direitos e que saiba que não está desamparado. Como consumidor, o passageiro aéreo também tem direitos. Confira a seguir quais são eles:

  • Reembolso integral ou remarcação;
  • Reembolso para perda de escala ou conexão;
  • Aviso com antecedência por parte da empresa;
  • Assistência material;
  • Preterição no embarque.

Conclusão: Como solicitar reembolso de voo cancelado

Neste artigo, você conheceu os principais passos de como solicitar reembolso de voo cancelado e os direitos do passageiro em situações que a empresa aérea faz o cancelamento da viagem.

Esse tipo de situação pode ser bastante estressante, especialmente quando se trata de um cancelamento sem aviso prévio.

Muitas vezes, a viagem não pode ser remarcada pelo passageiro, por conta de um compromisso. Nesses casos, para não ficar lesado, é fundamental conhecer quais são os seus direitos.

Além do reembolso, é importante entender quais foram os fatores para que a viagem fosse cancelada, ficando sob a responsabilidade da companhia informar o passageiro e prestar todo o suporte.

Se você deseja aprender mais sobre seus direitos em situações de cancelamento de voos, continue acompanhando o blog da LiberFly.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.