Tirar férias com nossos animais de estimação às vezes pode ser mais complicado do que o esperado. Então, vamos falar sobre as melhores formas de viajar com o pet.

Quando você precisa pegar um avião, trem ou outro transporte público, as regras e condições de transporte variam de acordo com o país.

Além disso, você precisa saber que itens levar na mala do pet e quais são os documentos necessários.

Para viajar para fora do seu país, é bom se organizar a tempo para poder cumprir as obrigações estabelecidas pelos regulamentos de saúde e vacinar o seu amigo de estimação.

Para saber o que fazer, acompanhe a leitura!

Escolha do destino: melhores formas de viajar com o pet

A primeira coisa a fazer é escolher um destino compatível com a decisão de viajar com um ou mais animais. Ou seja, escolha um local que seja pet friendly.

Se você sair de carro, provavelmente você terá que tentar não tornar a viagem estressante para seu amigo de quatro patas.

Lembre-se de ter cadeirinhas de cachorro para transporte de animais em carro. Essa é uma das melhores formas de viajar com o pet com automóvel.

Porém, se você tiver que pegar um meio de transporte e se vai ficar em um alojamento (hotel, pousada, residência, acampamento ou outra solução) você deve primeiro se certificar de que eles aceitam animais e em que condições.

Hoje é possível encontrar diversos locais que aceitam animais de estimação no país e no exterior.

Portanto, têm capacidade para acomodar animais. Mas o ideal é sempre fazer um telefonema antes da reserva, pois pode haver limitações quanto ao tamanho do animal, por exemplo.

Se você vai sair de férias para a praia, muitas delas não aceitam animais de estimação. Então, provavelmente você vai ter que o deixar no hotel.

Em geral, os gatos são um pouco mais ansiosos do que os cães e não gostam de ser transportados para longas distâncias.

Porém, com o devido cuidado e com a orientação do seu veterinário de confiança, você poderá passar umas férias relaxantes e tranquilas.

Vamos ver agora algumas das melhores formas de viajar com o pet.

Leia também: 5 destinos para viajar com seu cachorro no Brasil

O meio de transporte para o pet

A maioria das pessoas que viaja com animais de estimação prefere usar o próprio carro, tanto para a tranquilidade do cão ou gato quanto pelas restrições de outros meios de transporte.

Se viajar de automóvel é necessário colocar pequenos guarda-sóis nas janelas para evitar que a luz cause muito desconforto.

Também é aconselhável nunca deixá-los sozinhos no carro. De vez em quando molhe a testa do pet para garantir uma sensação de frescor, se estiver fazendo calor e sem ar condicionado.

Mesmo assim, não é tão complicado levar seu amigo de estimação com você por outros meios.

Se o seu destino inclui uma viagem de avião, saiba que cada companhia aérea tem regras próprias.

Enquanto para algumas não é problema ter animais de estimação a bordo, para outras é proibido.

Portanto, antes de reservar sua passagem, esteja bem informado sobre as regras de acesso à aeronave, desde o tamanho mínimo do animal até o tamanho da caixa de transporte do pet.

Se, por outro lado, você estiver em outro país e for preciso viajar de trem, não há grandes problemas.

Essa também pode ser uma das melhores formas de viajar com o pet. Os cães pequenos viajam até de graça em alguns lugares enquanto os que não são filhotes pagam a passagem.

Também neste caso, informe-se sempre sobre os documentos que deve levar e sobre a obrigatoriedade de usar coleira ou focinheira.

O mesmo vale se você tiver que viajar de navio ou balsa. Cada empresa tem suas próprias regras e decide se você pode levar seu animal de estimação na cabine. Informe-se também sobre os documentos e atestados médicos a serem apresentados antes da partida.

Além disso, antes de viajar, é recomendável deixar o animal de estômago vazio ou no máximo dar ração seca.

Documentos de viagem para os pets

Além de saber as melhores formas de viajar com o pet, é importante levar os documentos do animal de estimação.

Assim como nós humanos, nossos amigos animais também precisam ter seus documentos em dia para viajar.

Em primeiro lugar, se você quiser levar seu cão ou gato para o exterior, deve levar o passaporte de seu animal de estimação, que é o documento de identidade de viagem.

Quase sempre é necessário o registro no registro do animal de estimação , assim como o cartão de saúde devidamente preenchido e atualizado com todas as vacinas obrigatórias.

No Brasil, os documentos exigidos são o Certificado Veterinário Internacional (CVI) e o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos. Eles são expedidos pela Vigilância Agropecuária Internacional.

Também no caso de documentos, informe-se sempre antes de fazer a reserva, pois vistos ou certificados especiais podem ser necessários dependendo do país de destino.

Leia também: Cancelamento de passagem aérea em caso de doença grave. O que fazer?

Quais exames veterinários os pets precisam fazer?

É uma boa ideia, antes de viajar com seu cão ou gato, fazer um check-up geral no veterinário de confiança para verificar a saúde do animal.

Se você estiver viajando para o exterior, informe-se sobre as vacinas necessárias para que um cão ou gato entre no país, pois cada local pode ter legislação própria.

Para saber as melhores formas de viajar com o pet, também preste atenção à raça do animal de estimação.

Em alguns países estrangeiros, o acesso a certos portes de animal, considerados perigosos, é proibido, enquanto em outros existe uma quarentena para o animal em um posto de saúde.

Então, não se esqueça de verificar as condições para receber o pet no país de destino. E, por fim, veja se há veterinários no resort de férias ou em locais próximos, caso haja alguma emergência.

Leia também: Qual o prazo para cancelamento de passagem aérea?

O que colocar na mala: melhores formas de viajar com o pet

E chegamos ao momento de preparar a mala. Além de todos os documentos obrigatórios, não se esqueça de trazer consigo os acessórios que permitirão ao seu cãozinho passar umas férias tranquilas.

Antes de tudo, lembre-se de levar a focinheira, principalmente se você estiver viajando em certos meios de transporte e para frequentar locais públicos com áreas comuns.

Vamos apresentar dicas gerais, mas ninguém conhece seu animal melhor do que você. Logo, sempre tente usar o bom senso e sua experiência para fazer a melhor viagem com o pet.

Tigelas

Vamos ver mais dicas das melhores formas de viajar com o pet!

Leve duas tigelas. Uma para comida e outra para água. Se você está preocupado em não encontrar a ração preferida do seu pet, leve também com você (dentro do limite da bagagem permitida).

Os bichos de estimação são muito habituais, por isso o seu cachorro ficará feliz em ter seus próprios itens mesmo nas férias.

Acessórios de higiene

Coloque na mala os acessórios de higiene do pet. Por exemplo, escovas, xampus, lenços e sabonetes. Se você for fazer uma trilha e o seu pet se sujar, precisará dar um banho nele.

Remédios

Leve sempre consigo alguns medicamentos, como remédios contra contra a diarreia ou medicamentos para picadas de insetos.

Etiqueta com dados

Para se tranquilizar, coloque uma etiqueta com seus dados no pescoço do pet. Então, se ele se perder será mais fácil encontrá-lo.

Documentos

Leve os documentos do pet, o cartão de saúde e o passaporte no caso de viagem para o exterior, atualizado com todas as vacinas obrigatórias.

Coleiras e focinheiras

Entre as dicas de melhores formas de viajar com o pet, esses itens são essenciais.

Esses objetos são necessários em locais públicos para manter o cão sob controle e evitar que ele se perca.

Cama e manta do pet

Coloque na bagagem a cama do pet e a manta com a qual está acostumado, para ele se sentir em casa.

Brinquedos

Levar alguns de seus brinquedos favoritos o ajudará a entretê-lo durante a viagem.

Sacos higiênicos

São importantes para fazer passeios com pets em locais públicos.

Leia também: Criança paga passagem de avião?

Como é o comportamento do pet na viagem?

Nossos amados animais de estimação têm sua própria personalidade. Portanto, gostam ou odeiam certas experiências.

Então, não é de se admirar que cães da mesma raça se comportem de maneira diferente em um meio de transporte.

Alguns cães são mais inclinados a viajar do que outros. Porém, se o seu cachorro está entre aqueles capazes de fazer da longa viagem um verdadeiro pesadelo, você pode seguir alguns passos.

Para isso, é necessário estar atento ao comportamento do seu pet. Veja se ele começa a se lamber de forma insistente, por muitos minutos, se boceja muito ou se fica agitado.

Tudo isso indica um estado de ansiedade e nervosismo, e é bom tranquilizá-lo com a sua presença.

Seu animal de estimação pode perceber situações estressantes ao seu redor. Por isso, é aconselhável fazer a primeira viagem com o seu animal de estimação quando ainda é filhote ou pequeno, para se acostumar.

Desta forma, quando for viajar com ele de novo no futuro, ele já estará mais acostumado.

O que achou das dicas de melhores formas de viajar com o pet? Já está preparado para a sua viagem?

Se você teve problemas com viagens aéreas nos últimos 5 anos, entre em contato com a Liberfly!