As férias não são feitas apenas de sol, você pode relaxar e desfrutar de belas paisagens, bem-estar e viagens culturais também na estação fria. Pensando nisso, vamos falar das melhores cidades para viajar para a Europa no inverno.

Há grandes cidades, que são belíssimas e podem ser visitadas praticamente todo o ano, mas você pode encontrar também na Europa vilas e locais menos populares, mas igualmente encantadores.

Se você não tem medo do frio, se gosta de esportes de neve e das paisagens brancas cobertas sob a neve, confira esses destinos charmosos na Europa!

Dicas de melhores cidades para viajar para a Europa no inverno

Rovaniemi, Finlândia

Rovaniemi é famosa por ser considerada a residência oficial do Papai Noel. Ela fica em uma caverna pitoresca no Círculo Polar Ártico aberta para visitantes.

Rovaniemi é cheia de pontos turísticos e é possível respirar o verdadeiro clima de Natal, entre a neve branca e fofa, onde você e as crianças podem passear em um trenó de renas. O Museu do Ártico também merece uma visita.

Se você pretende ir a este local, prepare-se bem contra o frio, pois as temperaturas caem muito abaixo de zero.

A Aldeia do Papai Noel fica a oito quilômetros ao norte do centro da cidade. Lá existe um mundo de bonecos de neve e muitas lojas de souvenirs.

Leia também: Criança paga passagem de avião?

Abisko, Suécia

Abisko também está entre as melhores cidades para viajar para a Europa no inverno.

Trata-se de uma pequena aldeia localizada além do Círculo Polar Ártico, no coração da Lapônia Sueca, no município de Kiruna. Está situado a cerca de 4 quilômetros do Parque Nacional Abisko e hoje tem cerca de cem habitantes.

Portanto, Abisko é uma a cidade mais ao norte que você pode chegar de trem na Europa.

É ideal para os verdadeiros amantes do inverno e do frio ártico, que não se incomodam com semanas de escuridão, já que o sol não nasce por um período entre dezembro e janeiro.

No entanto, é uma oportunidade para admirar o espetáculo da aurora boreal. Além dos clássicos esportes de inverno, você pode passar pela experiência de correr em trenós puxados por cães husky.

O Abiskojåkka Canyon é uma das principais atrações e a trilha ao longo do rio Abisko dura cerca de 30 minutos.

Transilvânia, Romênia

Mais um lugar que vale a pena conhecer na lista de melhores cidades para viajar para a Europa no inverno.

A Transilvânia é uma das regiões mais inusitadas do Leste Europeu, também chamada de terra do Drácula, protagonista dos romances góticos de Bram Stoker.

O céu sombrio de inverno será o pano de fundo para a visita ao famoso castelo do Drácula, criando um cenário perfeito para descontrair!

O local é um excelente destino para uma viagem cultural às aldeias medievais da Romênia, como Braşov e Sighişoara .

Localizado na parte ocidental do país, é um lugar coberto por densas florestas localizadas nas montanhas dos Cárpatos.

Um dos destinos simbólicos desta região é Brasov, a maior cidade da Transilvânia, localizada ao sul dos Cárpatos, nas imediações de renomadas estações de esqui.

É uma cidade moderna e cosmopolita, com um toque medieval, devido ao seu característico centro histórico de estilo gótico.

Brasov possui diversas pequenas vielas e ruas, um verdadeiro labirinto onde se encontram lojas, boutiques e excelentes restaurantes especializados na gastronomia típica local.

Hasselt, Bélgica

Outro destino entre as melhores cidades para viajar para a Europa no inverno.

Hasselt está localizada no Limburgo belga e é uma cidade acolhedora e charmosa, cuja visita é particularmente adequada no inverno. É uma pequena cidade medieval.

A cidade permite aos visitantes passear e admirar os edifícios mais antigos, mas também restaurantes, pubs, centros comerciais e jardins paisagísticos, para todos os gostos.

A Catedral de Saint-Quentin, também conhecida como Catedral de Hasselt, é uma igreja católica localizada na cidade de Hasselt. O edifício foi construído em 1250.

Hasselt não é apenas um lugar cheio de maravilhas arquitetônicas e museus interessantes.

A cidade também possui parques naturais magníficos. Se você quiser se reconectar com a natureza, vá para Domein Kiewit. Este parque é composto por pântanos, lagoas e bosques. Oferece também trilhas para caminhada e ciclismo.

Além de lojas e mercados, os diversos restaurantes típicos são muito interessantes.

Leia também: 10 melhores aplicativos de viagem

Bled, Eslovênia

A incrível beleza natural desta cidade eslovena possui arredores tranquilos e essas características a tornam um dos destinos alpinos mais interessantes da Europa no inverno.

O local também é famoso pelas águas termais do lago com o mesmo nome e é um excelente destino para a estação fria. Portanto, está na lista das melhores cidades para viajar para a Europa no inverno.

Não apenas pela tranquilidade, Bled também é um excelente ponto de partida para aventuras, como esportes na neve.

Além disso, o Castelo de Bled é uma fortaleza medieval considerada a mais antiga de todo o país.

O Lago Bled é um dos lugares mais famosos da Eslovênia. Fica no sopé dos Alpes Julianos com montanhas em todas as direções.

A cor do lago está entre o azul, o verde e a esmeralda e é realmente fascinante. Há um castelo, construído em um precipício acima do lago, fácil de chegar e perto do aeroporto.

Além disso, grandes maravilhas naturais podem ser encontradas nos arredores, como o desfiladeiro de Vintgar e a cachoeira de Savica.

Reykjavik, Islândia

A capital da Islândia é uma cidade imperdível para os viajantes. Localizada na costa sul da Islândia, é uma das cidades mais limpas e seguras do mundo, sendo a capital mais setentrional do mundo.

O Parque Laugardalur é composto por vários parques, entre os quais um jardim botânico, uma piscina, um zoológico e um parque infantil.

O Festival das Luzes de Inverno é um dos eventos da estação fria mais atraentes da Europa.

Este festival é apenas parte dos diversos atrativos locais, entre museus e restaurantes que fazem de Reykjavik um destino muito procurado.

Além disso, fora da cidade, é possível encontrar piscinas naturais de águas termais

Portanto, está na lista de melhores cidades para viajar para a Europa no inverno.

Leia também: 5 dicas para encontrar o voo perfeito!

Copenhague, Dinamarca

Se você está procurando férias de inverno de contos de fadas, nada supera a cidade que foi o berço do escritor Hans Christian Andersen.

A foz do porto de Copenhague possui uma imagem da Pequena Sereia, figura central do escritor e atrai cerca de 1 milhão de visitantes por ano.

No coração da cidade encontra-se o parque de diversões Tivoli, que é um local romântico e ao mesmo tempo kitsch, principalmente na época do Natal.

O Castelo de Rosenborg, do século XVII, é de longe um dos mais bonitos da cidade. Erguido Kongens Have ao norte da cidade, é um local imperdível para todos os amantes da cultura local.

Ele foi construído pelo rei Christian IV entre 1606 e 1633, serviu inicialmente como residência real até 1710 antes de ser aberto aos visitantes em 1830.

Salzburg, Áustria

Mais um ótimo destino na lista de melhores cidades para viajar para a Europa no inverno!

Essa cidade foi o berço de Wolfgang Amadeus Mozart, que lá compôs cerca de 350 obras.

O centro histórico, Patrimônio Mundial da Unesco, é imperdível, assim como o coração barroco da cidade com palácios e igrejas.

O Castelo Mirabell e seus jardins foi construído em 1606 pelo Príncipe Arcebispo Wolf, é um  sublime edifício barroco que atualmente abriga departamentos da prefeitura.

Você ainda pode entrar para contemplar o Marble Hall, um salão majestoso classificado entre os mais belos locais para casamentos do mundo (e também um dos mais caros).

Na época de Mozart, o músico fez apresentações no local.

Os jardins de Mirabell também são imponentes, onde você pode admirar a fonte Pegasus, o

The Hedge Theater, um dos mais antigos teatros ao ar livre, O Jardim de Rosas, O Jardim dos Anões, formado por 28 anões de mármore branco, entre outros.

Leia também: Quais são os melhores horários para viajar?

Lille, França

Entre as melhores cidades para viajar para a Europa no inverno, vale mencionar Lille.

Lille fica no norte da França, um importante centro cultural e comercial fundado na Idade Média, a alguns quilômetros a leste da fronteira com a Bélgica.

Do alto de seus 104 metros, a Torre Cívica domina a cidade e oferece uma vista extraordinária de 360 ​​graus com visibilidade que em dias claros chega a 30 km.

Patrimônio Mundial da Unesco, a Torre foi construída no início do século 20. Para chegar ao elevador que leva ao ponto mais alto da torre é necessário subir uma escada de cerca de cem degraus.

Se quiser, entretanto, você pode subir até o topo enfrentando um total de cerca de quatrocentos degraus. A entrada custa alguns euros e a vista compensa o esforço.

Granada, Espanha

Se você quer fugir do frio intenso do inverno, esta é uma cidade onde as temperaturas permanecem amenas.

Esta parte da Espanha pode ser barata e agradável para esquiadores ou para aqueles que querem passar alguns dias longe das multidões de turistas.

Você pode aproveitar os teleféricos da Sierra Nevada, seguir em direção à costa ou passear pela cidade.

A cidade andaluza é sem dúvida uma das mais fascinantes cidades da Espanha. Situada no entre imponentes montanhas da Sierra Nevada, é um notável património arquitetônico.

Granada oferece um grande número de monumentos e jardins. E se você também deseja conhecer a história da literatura espanhola, é interessante visitar a casa de um dos poetas mais importantes do século XX, Federico Garica Lorca.

Lá se conservam ainda testemunhos fascinantes do seu cotidiano, como o piano e retratos do artista. Além disso, fora da casa, você terá a oportunidade de visitar o famoso Parque Garcia Lorca.

Vimos então as melhores cidades para viajar para a Europa no inverno.Ficou com vontade de conhecer algum desses destinos para curtir o frio na Europa?

Se você teve problemas com empresas aéreas nos últimos 5 anos, entre em contato com a Liberfly!