Cursar o ensino superior é possível mesmo para estudantes de baixa renda e são diversos os universitários que optam pelo Fies. Porém, nem todos conseguem pagar a dívida após concluir o curso na faculdade privada e, então, uma dúvida que surge é se a dívida do Fies prescreve com 5 anos.

Ninguém duvida que, em uma seleção ou entrevista de emprego, você terá um grande diferencial se tiver um diploma. Além disso, ele é imprescindível para quem faz pós-graduação ou presta concursos públicos de nível superior.

Mas nem todos encontram oportunidades após cursar uma faculdade e, consequentemente, não têm recursos para pagar a dívida do Fies.

Por outro lado, existe a opção de negociação da dívida, embora ela não prescreva após 5 anos. Vale lembrar que se você não quitar o débito pode ficar com o nome negativado.

Então, continue lendo para saber como proceder!

O que é o Fies?

O Fies é o Fundo de Investimento Estudantil, regido pelo Ministério da Educação (MEC) e que existe desde 1999 para auxiliar as pessoas a cursarem o ensino superior.

Portanto, é um financiamento que cobre de 50% a 100% da mensalidade dos universitários. Em especial, se não possuem condições de arcar com os custos de instituições privadas. Quando o aluno termina o curso, esse empréstimo precisa ser ressarcido em parcelas.

Ou seja, a quitação do valor deve começar um mês após a conclusão do curso, a menos que você não tenha renda, pois a dívida é cobrada diretamente do salário.

Quando a pessoa não tem renda para cobrir os custos, o recomendado é fazer o pagamento mínimo.

O valor restante precisa ser pago com o fundo garantidor. Trata-se de um sistema que tem o objetivo de diminuir o risco do crédito.

Se você está em dúvida se a dívida do Fies prescreve com 5 anos, ela não prescreve nem caduca. Portanto, você precisa pagar para ficar com o nome limpo.

Como funciona o Fies?

O Fies é um dos programas mais conhecidos de financiamento para estudantes no país, em especial os de baixa renda que desejam entrar em universidades particulares.

No período da graduação, os estudantes não precisam pagar a mensalidade. Logo, eles estudam sem nenhum custo durante a graduação. Quando se formam, porém, precisam pagar a dívida na Caixa Econômica Federal.

O Novo FIES existe desde 2018, às vezes até com juros zero, dependendo da renda familiar do estudante.

Para fazer a inscrição, é necessário:

l Possuir renda familiar de até três salários mínimos.

l Ter nota das provas objetivas do Enem maiores que 450 pontos e a da redação maior que zero.

A inscrição é feita online e deve ser verificada no Portal Fies, na página oficial, até que o resultado seja liberado.

Dívida do Fies deixa o nome sujo?

Além de saber se a dívida do Fies prescreve com 5 anos, é importante se atentar a essa questão também.

Sim, quem não paga as parcelas com o Fies pode ficar com o nome negativado.

Isso significa que o não pagamento da dívida leva à inclusão do CPF nos cadastros negativados, como o SPC e o Serasa.

Logo, o estudante pode enfrentar maiores empecilhos para ter acesso a crédito, financiamentos, cartões de crédito, compras parceladas e empréstimos.

Além disso, o estudante que não pagou a dívida do Fies pode também ter o nome incluído no CADIN, que é o Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal.

Como resultado, ele pode ter dificuldades em realizar transações financeiras. Em certas situações, pode haver a apreensão de bens ou mesmo o bloqueio de restituição do Imposto de Renda.

A dívida do Fies prescreve com 5 anos?

Diferente do que se possa imaginar, a dívida do Fies não prescreve nem caduca após 5 anos.

Depois desse tempo, você ainda continuará devedor e, se não pagar, pode ter seus bens bloqueados ou apreendidos para resolver a pendência com o governo. Portanto, recomenda-se pagar a dívida do Fies o mais rápido possível.

Além disso, essa dívida não pode ser perdoada, pois é entendida como um empréstimo a exemplo de qualquer outro. Logo, é preciso fazer o pagamento do débito.

Para quem estava dúvida se a dívida do Fies prescreve com 5 anos, confira as informações a seguir para solucionar o seu problema.

Como saber quanto devo ao Fies?

O quanto você deve é o somatório do financiamento acrescido de juros, se for o caso. A consulta pode ser feita na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil. Isso vai depender de qual instituição você utilizou para fazer o empréstimo.

Como posso negociar a dívida do Fies?

Para começar, você precisa avaliar sua situação financeira e sua possibilidade de fazer o pagamento.

Então, não faça um acordo para cumprir a dívida que você não poderá efetuar.

A cada ano o MEC e as instituições financeiras abrem períodos para renegociação da dívida.

Dessa forma, há descontos sobre juros e multas e prazos mais estendidos de pagamento.

Então, é preciso ficar atento a essas datas.

Em geral, o valor para dar entrada deve ser em torno de 10% do valor da dívida vencida e a parcela mínima é de R$ 200.

Para realizar o acordo, você pode seguir essas instruções:

-> Entrar no site do SisFIES com seus dados de acesso.

-> Simular a renegociação, segundo o número de parcelas e a entrada.

-> Imprimir o Documento de Regularidade para Alongamento de Amortização e a Declaração de Desistência ou Inexistência de Ação Judicial.

-> Dispor do RG e CPF, comprovante de residência seu e do seu fiador e o comprovante de renda do fiador.

-> Ir até a agência bancária com os documentos para renegociação.

Depois de realizar o primeiro pagamento, seu nome já deixa de ser negativado. Contudo, não são todas as pessoas que podem fazer a renegociação da dívida do FIES.

Veja quem possui esse direito:

-> Universitários que assinaram o contrato até 31 de dezembro de 2017.

-> Universitários que já quitaram uma parte da dívida.

-> Pessoas com atraso mínimo de  90 dias.

Além de saber se a dívida do Fies prescreve com 5 anos, entenda a seguir o que é suspensão de financiamento.

O que é a suspensão do financiamento?

Ao fazer a negociação, os estudantes que tiverem dificuldade com os pagamentos podem pedir a suspensão.

Ela pode ser solicitada em até um ano, sem a possibilidade de posterior cancelamento. Para isso, o pedido deve ser realizado até maio, no primeiro semestre ou entre julho e novembro, no segundo semestre.

Na pandemia, os estudantes podem pedir a suspensão de até quatro parcelas.

Dívida do Fies prescreve com 5 anos? Vimos que não, mas você pode optar por outras formas de ingressar no ensino superior em uma universidade privada. Confira!

Que opções existem além do Fies?

Bolsas de estudos

O Prouni e o Educa Mais Brasil foram instituídos para oferecer bolsas de estudo a estudantes sem condições de arcar com os custos de uma universidade privada.

Para ter acesso à bolsa parcial ou integral do Prouni, avalia-se a nota do Enem, a renda familiar e se você fez o ensino médio em escola pública ou com bolsa.

Por outro lado, o Educa Mais Brasil não analisa a nota do Enem nem é feita comprovação de renda.

Então, para conseguir uma bolsa de até 70%, é preciso acessar o site, buscar pela graduação e a cidade para verificar as opções disponíveis.

Nesses casos, não é necessário pagar o valor de volta após a conclusão do curso, diferentemente do que ocorre com o Fies.

Descontos

A universidade particular para a qual você deseja ingressar pode também ofertar descontos e bolsas de estudos. Em geral, são para os seguintes casos:

l Estudante que não tem renda para pagar a mensalidade.

l Bom resultado no vestibular ou durante o curso.

l Parentesco com outros alunos da universidade.

Financiamento privado

Outra alternativa é o financiamento privado. Ele pode ser realizado na instituição bancária, para financiar sua graduação entre um semestre e um ano. Porém, as taxas de juros costumam ser mais altas que as do Fies e menores que os empréstimos convencionais.

Uma vantagem é que não é preciso comprovar renda ou se basear na nota do Enem.

Há também as empresas privadas que fazem crédito estudantil, como a Fundacred. Então, você arca somente com uma parte da mensalidade no período de graduação e quita o restante após a formatura de modo parcelado.

Além disso, as taxas de juros são em geral mais baixas que as cobradas pelas instituições bancárias.

Por fim, espero que tenha entendido se a dívida do Fies prescreve com 5 anos e o que você deve fazer para evitar o nome negativado.

Se você tem alguma dívida em atraso no Fies e deseja regularizar o seu nome, entre em contato com a Liberfly!

Isso vale também para o caso em que você já pagou a dívida e o nome permanece nos cadastros negativados.