Muitas vezes acontece de as pessoas pensarem que não há tantos riscos de sofrerem golpes ou fraudes. Porém, estes crimes são relativamente comuns. Por isso, vamos dar algumas dicas para você evitar fraudes financeiras.

Os cibercriminosos tentam roubar dados sem levantar suspeitas e usam informações que  identificam a vítima. Por exemplo, seu sobrenome, nome, endereço, dados bancários, entre outros.

Desse modo, um fraudador pode usar sua identidade para fazer transações financeiras ou usar o cartão de crédito em seu nome.

Sua identidade pode até mesmo ser usada para obter um passaporte falso, por exemplo. Portanto, são atos criminosos com o objetivo de obter vantagens pessoais sobre outras pessoas.

Além disso, este tipo de fraude pode assumir a forma de encomenda de um serviço ou uma falsa oferta de venda.

Para saber como se prevenir, acompanhe a leitura!

Melhores dicas para você evitar fraudes financeiras

Proteja suas informações pessoais

Tenha cuidado sobre como seus dados pessoais circulam, principalmente na internet. Portanto, compartilhe-os com pessoas de confiança apenas quando necessário.

Pode parecer trivial fornecer seu nome, sobrenome e endereço ao criar alguma conta online. Porém, se a segurança do site for comprometida, as informações podem cair nas mãos de golpistas.

Entre as dicas para você evitar fraudes financeiras, preste atenção a mensagens fraudulentas que parecem vir de fontes confiáveis. Pode ser uma pessoa mal intencionada tentando obter suas informações pessoais.

Os casos de phishing, por exemplo, são um dos maiores problemas das fraudes online, muitas vezes cometidas por e-mail, mensagem de texto ou mesmo telefone.

Os cibercriminosos também podem usar redes sociais para cometer um ataque. Os dados pessoais do seu perfil podem permitir que um fraudador também aplique o phishing.

Para evitar esse tipo de intrusão, verifique suas configurações de privacidade e esteja atento a perfis falsos ou desconhecidos.

Leia também: Cadastro indevido no SPC e Serasa: Como ser indenizado

Proteja seus dados de login para evitar fraudes financeiras

Seu nome de usuário e senha podem ser usados por cibercriminosos para obter acesso às suas contas e cometer fraudes online.

Também existe o risco de seus dados de login serem repassados a outros criminosos. Para se proteger completamente nesse caso, crie uma senha forte e exclusiva para cada aplicativo ou conta que considere relevante.

Portanto, entre as dicas para você evitar fraudes financeiras, ter várias senhas é uma forma de se precaver. Além disso, ativar a autenticação de dois fatores contribui para aumentar a segurança online.

E, também, é importante proteger seu computador pessoal com atualizações frequentes de software e de antivírus.

Pessoas mal intencionadas costumam enviar e-mails com falsas promessas de pagamento  e sugerem que você forneça dados ou clique em determinado link.

Isso pode levar a roubo de informações bancárias e suas contas podem, inclusive, ser hackeadas.

Em tal situação, se essa mensagem não chegou diretamente no spam, e sim na sua caixa de entrada, não responda o e-mail, nem clique no link.

Leia também: Nome negativado: o que é e como resolver

Verifique a idoneidade da empresa ao fazer compras online

Antes de fazer uma compra online, confira se o site é seguro e se possui selo de segurança.

Além disso, confira os dados da empresa de e-commerce. Os canais virtuais de vendas devem, preferencialmente, disponibilizar dados como nome da empresa, endereço, telefone e CNPJ.

Essas são importantes dicas para você evitar fraudes financeiras. Outra questão é que, mais do que a aparência do site, você deve buscar a opinião de outros usuários antes de finalizar o pedido.

Confira se há opiniões de outros usuários que fizeram compras naquela empresa e se ela cumpre o que promete, seja em termos de prazos ou qualidade do produto.

Até mesmo as redes sociais podem ser boas fontes. Se a empresa não for confiável, poderá haver discussões públicas com reclamações do produto ou serviço.

Outro site que você pode verificar é o  Reclame Aqui, que é um dos maiores sites voltados para o usuário que dá sua opinião sobre determinadas empresas e registra os problemas que elas tiveram.

Verifique se a empresa fornece dados de contato

Ao fazer qualquer transação online, identifique se há detalhes de contato. Quanto mais fácil for para você encontrar números de telefone, endereços e endereços de e-mail para entrar em contato, fazer perguntas ou encaminhar problemas, mais confiável será o site.

Portanto, menor será a probabilidade de você ser vítima de uma fraude. Alguns sites oferecem até mesmo bate-papo online, onde você pode conversar com uma operadora em tempo real.

Continue lendo para ter mais dicas para você evitar fraudes financeiras!

Confira se o site possui certificação digital

Veja se há certificações digitais para evitar fraudes. As lojas online que se preocupam com a segurança de seus clientes buscam selos de segurança e certificações digitais que protegem os dados fornecidos pelos clientes.

Então, verifique a página inicial para obter essas informações. Nesse sentido, os endereços de sites de comércio eletrônico devem começar com https em vez de http.

Os selos de segurança certificam que um site é protegido pelo órgão emissor do selo. Pode ser um selo do certificado SSL ou de outro emissor.

Esses selos podem ser encontrados na parte superior da página ou durante o processo que leva até o carrinho de compras.

Leia também: Como saber se o nome está com restrição?

Selo de pagamento seguro para evitar fraudes financeiras

Sites maliciosos podem simplesmente adicionar a imagem do selo sem realmente ter a certificação. Portanto, não confie apenas neste sinal.

É necessário que o usuário saiba verificar se o selo de site seguro utilizado é realmente oficial. Para isso, clique no ícone do selo.

Em seguida, um pop-up será aberto com o nome do site, a validade do certificado e o nome da empresa.

Caso você note alguma irregularidade, por exemplo, um certificado vencido, desconfie.

Essas são algumas dicas para você evitar fraudes financeiras que merecem atenção.

Preste atenção à qualidade dos textos

Verifique no site se há erros de português e fotos de baixa qualidade.

Esses são um bom sinal para sites de má reputação, criados de forma amadora, com o único objetivo de tirar o dinheiro das pessoas.

Conheça a reputação da empresa

Muitas vezes, antes de fechar uma compra, o consumidor se pergunta: Essa empresa é confiável? Ela apresentou queixas?

Nesse caso, acesse o portal do consumidor no Procon. Neste site, é possível consultar empresas em todo o território nacional.

Assim, sua próxima compra, seja online ou em uma loja física, será muito mais segura.

As redes sociais também são ótimas ferramentas para saber se há reclamações sobre esses serviços e para ouvir a opinião de outros consumidores.

Você pode encontrar comentários de clientes e avaliações com estrelas nas páginas de fãs do Facebook, por exemplo.

Veja as Políticas de Privacidade do site

Mais dicas para você evitar fraudes financeiras importantes.

Os termos de uso e política de privacidade de um site são um documento que informa aos usuários, visitantes e consumidores sobre quais dados são coletados e o que acontece com esses dados.

Embora seja um documento de grande importância para sites e aplicativos em geral, a leitura é muitas vezes ignorada pela grande maioria dos usuários.

Como resultado, muitos negócios não prestam a devida atenção ao desenvolvimento desse documento.

A política de privacidade de um site não é apenas um documento legal importante, mas também uma excelente forma de demonstrar transparência aos usuários.

Use dispositivos seguros

Nunca faça compras online usando os computadores de outras pessoas ou redes Wi-Fi públicas.

Isso apenas aumenta a probabilidade de que indivíduos mal intencionados realizem ações de fraude.

Por motivos de segurança de dados, é importante garantir que a rede Wi-Fi à qual você está se conectando esteja criptografada.

Entre as dicas para você evitar fraudes financeiras, essa questão é muitas vezes ignorada.

Muitos usuários não estão cientes dos riscos de uma Wi-Fi pública. Se você for em um hotel ou a uma cafeteria durante a semana, você poderá ver os clientes digitando em laptops nas mesas.

Muitos donos de negócios ou estudantes tratam esses lugares até mesmo como um segundo escritório.

Porém, a maioria dos usuários que usam Wi-Fi público tem muitas informações importantes e potencialmente confidenciais em seus dispositivos. Algumas das quais podem causar sérios danos se obtidas por um hacker.

Se você precisar usar WiFi público, há várias coisas que você pode fazer para se proteger dessas ameaças.

Certifique-se de não compartilhar nada privado ou fazer login em sites confidenciais. Além disso, é bom também usar um serviço VPN. Esse serviço criptografa tudo que você envia e recebe por meio de uma rede sem fio.

Desconfie de ofertas extravagantes

Quando um determinado produto tem um preço muito baixo e tentador, pare, respire fundo e analise bem antes de comprar.

Preços muito baixos podem ser um sinal de tentativa de fraude. Por isso, incluímos esse ponto entre as dicas para você evitar fraudes financeiras.

Os consumidores precisam ficar atentos, pois os criminosos podem usar nomes de grandes empresas e criar páginas com layout semelhante ao das lojas originais.

O site chamará a atenção para o fato de que os produtos estão sendo oferecidos a preços bem abaixo do mercado.

Portanto, é importante verificar cuidadosamente o endereço de e-mail do estabelecimento antes de fazer uma compra virtual.

Salve o comprovante de compra

Imprima ou salve os prints das telas que exibem a compra em seu computador, pois você terá como comprovar a compra caso haja algum problema.

Além disso, anote os códigos da transação e guarde os e-mails com detalhes que chegarão em sua caixa de entrada.

Outro ponto importante é sempre prestar atenção ao seu CPF. O monitoramento regular do seu CPF é uma ótima maneira de saber se houve alguma fraude. Você pode consultar seu CPF gratuitamente no Serasa.

O que achou das dicas para você evitar fraudes financeiras?