Dívida Paga e Nome Permanece nos Cadastros Negativos: Dicas

Muitas pessoas passam por uma situação em que se encontram com a dívida paga e nome permanece nos cadastros negativos.

Esse tipo de situação é muito frustrante para quem quer ver o seu nome limpo, pois é uma grande injustiça, afinal todas as dívidas estão pagas, então não faz sentido sofrer todas as restrições causadas pelo nome no cadastro negativo.

Por isso, hoje a LiberFly vai te ensinar o que fazer caso você já tenha pago uma dívida e mesmo assim seu nome permanecer no SERASA, SPC e SCPC. Boa leitura!

Dívida paga e nome permanece nos cadastros negativos: O que fazer?

Se você descobriu que o seu nome continua registrado nos cadastros negativos mesmo após o pagamento da dívida, é importante que você entenda seus direitos.

Nesses casos, saiba que você pode receber uma indenização pelos danos morais sofridos, afinal, você teve prejuízos causados por esse erro.

De acordo com a legislação brasileira, o consumidor que sofre uma injustiça como essa está sendo vítima de um erro grave da empresa e deve ser reparado de forma compatível com os danos sofridos.

A melhor forma de conseguir os seus direitos é através da ajuda da LiberFly, que, além de garantir que você receberá sua indenização, também vai fazer tudo isso com zero burocracia.

Aqui, nós vamos exigir os seus direitos em busca da limpeza do seu nome e uma indenização compatível com os danos sofridos pelo erro.

Em primeiro lugar, após buscar o seu comprovante de nome negativado, você deve coletar as provas necessárias para buscar a sua indenização.

Nesses casos em que a dívida já foi paga e o nome permanece nos cadastros negativos, as principais provas que você precisa reunir são:

  • Comprovante de nome negativado;
  • Comprovantes de pagamento da dívida, como extratos bancários;
  • Boleto da dívida ou do acordo, que você pode encontrar no seu e-mail;
  • Trocas de mensagens ou e-mails com a empresa.

Uma vez que você tenha as suas provas em mãos, é hora de exigir os seus direitos e a maneira menos burocrática e mais rápida de fazer isso é contando com a ajuda da LiberFly.

Você manda o seu caso para a gente e nosso time de especialistas vai analisar o seu caso. Se você apresentar todos os documentos necessários, vamos adiantar a sua indenização em troca desse ativo judicial para que você receba o que é devido o mais rápido possível.

Ou seja, em outras palavras, vamos assumir o risco de levar esse processo adiante e você vai receber o dinheiro que lhe é devido antes mesmo do caso ser julgado!

Porque meu nome continua no SERASA? Principais motivos

Como vimos, muitas vezes pode acontecer de o nome do consumidor permanecer no SERASA e outros cadastros negativos mesmo após o pagamento da dívida.

Em todos os casos que vamos citar aqui, o consumidor possui grandes chances de conseguir uma indenização por danos morais.

Confira a seguir quais são os principais motivos para esse tipo de problema acontecer:

Empresa não deu baixa no pagamento

Um dos principais motivos para o nome continuar no SERASA e outros cadastros negativos mesmo após o pagamento da dívida é quando a empresa não dá baixa no pagamento.

Isso faz com que o seu nome continue negativado. É um erro cometido pela empresa e você pode e deve buscar os seus direitos e, se for o caso, uma indenização por danos morais.

Empresa não retirou a negativação após 5 dias úteis

Após o pagamento da primeira parcela de um acordo de renegociação de dívida, a empresa tem 5 dias úteis para retirar a sua negativação.

Muitas vezes, as empresas perdem esse prazo. Ou seja, novamente, é um erro da empresa. Portanto, busque os seus direitos e sua indenização por danos morais.

Conta atrasada se tornou uma dívida negativa

Por fim, um dos principais motivos para o nome permanecer negativado mesmo após o pagamento da dívida é uma conta atrasada que se tornou uma dívida negativada mesmo após o pagamento da mesma.

Nesses casos, o erro também é da empresa e você deve ir atrás dos seus direitos e buscar uma indenização por danos morais.

Como descobrir se a dívida está paga mas o nome continua negativado?

A maneira mais eficiente de descobrir se você tem uma dívida negativada é através da consulta do seu CPF nas plataformas dos órgãos de proteção ao crédito.

Entretanto, também existem alguns “macetes” que o consumidor deve estar atento antes de consultar o seu nome nesses órgãos.

Em primeiro lugar, diversos consumidores confundem uma conta atrasada com uma dívida negativada, quando a realidade não é bem essa.

Isso acontece porque, normalmente, os órgãos de proteção ao crédito também funcionam como plataformas de negociação e renegociação de dívidas.

Dessa forma, uma conta atrasada é apenas uma conta não paga com uma proposta de acordo e não deve acarretar na negativação do nome.

Por outro lado, a dívida negativada acontece quando o nome do consumidor está presente nos cadastros negativos, como SERASA, SPC e SCPC, ou seja, quando o consumidor está com o famoso “nome sujo”.

Como avisar pagamento da dívida ao Serasa?

Assim que você tiver feito uma negociação através do SERASA, automaticamente o órgão é notificado do pagamento pela empresa que colocou o seu nome nos cadastros negativos.

Não é possível informar o pagamento ao SERASA de outra forma, a não ser que você utilize o Cadastro Positivo.

Ou seja, o responsável por informar o SERASA e outros órgãos de proteção ao crédito é a empresa que colocou o seu nome lá.

Quando isso não acontece, acontece a situação de dívida paga e nome permanece nos cadastros negativos.

Como vimos, nesses casos, a melhor solução é contar com iniciativas como a LiberFly, que vão te adiantar a sua indenização em troca desse ativo judicial.

Perguntas frequentes sobre dívida paga e nome permanece nos cadastros negativos

Confira agora algumas perguntas frequentes sobre dívida paga e nome permanece nos cadastros negativos:

Porque tem dívida que não aparece no SERASA?

A resposta para essa pergunta é bem simples: porque a dívida caduca. Mas o que isso quer dizer?

Uma dívida caduca é aquela que já tem mais de 5 anos. Depois desse período, de acordo com a legislação brasileira, ela deve deixar de ficar visível ao mercado por meios de birôs de crédito, como o SERASA, SPC e SCPC.

Em outras palavras, essa dívida negativada não pode mais aparecer nos órgãos de proteção ao crédito e deve ficar “invisível” para outras empresas.

É importante notar aqui que a credora ainda terá acesso a essa informação e pode continuar cobrando essa pendência.

Ou seja, isso quer dizer que mesmo depois de 5 anos, o consumidor inadimplente ainda pode negociar e quitar essa dívida.

Se já se passaram 5 anos da negativação do seu nome e ele continua negativado nos órgãos de proteção ao crédito, então você deve procurar os seus direitos.

Se esse é o seu caso, então entre em contato com a LiberFly. Vamos analisar o seu caso e fazer um adiantamento da sua indenização se for o caso.

Quem é o responsável por retirar o nome do consumidor de cadastros de restrição?

Como vimos ao longo do texto, o responsável por retirar o nome do consumidor dos cadastros negativos é a empresa que fez a queixa em primeiro lugar.

Ou seja, se você tem o nome negativado por conta de uma dívida em um banco, uma vez que você começar a pagar as parcelas da negociação da dívida, a empresa credora deve dar baixa no pagamento da sua dívida e os órgãos de proteção ao crédito devem retirar o seu nome da lista de consumidores inadimplentes.

Se isso não acontecer, você deve ir atrás dos seus direitos. Para isso, conte com a ajuda da LiberFly!

Quantos anos para sair do SPC?

5 anos. O nome de um consumidor inadimplente só pode permanecer nos cadastros negativos dos órgãos de proteção ao crédito por um prazo máximo de 5 anos.

Passado esse período, a empresa deve retirar o seu nome desses órgãos e a dívida deve ficar invisível, ou seja, a dívida caduca.

Se isso aconteceu com você e o seu nome continua no SPC, SCPC ou SERASA, então busque pela LiberFly! Podemos te ajudar a buscar pelos seus direitos e fazer um adiantamento da sua indenização em troca desse ativo jurídico.

Quanto tempo depois de limpar o nome posso financiar?

É preciso que fique bem claro aqui que não existe um “prazo de quarentena” para conseguir fazer um financiamento após pagar uma dívida.

Uma vez que você tenha começado a pagar suas dívidas, logo na primeira parcela, a empresa que colocou o seu nome nos órgãos de proteção ao crédito deve retirá-lo.

Assim, uma vez que o seu nome não estiver mais nessas instituições, já deve ser possível fazer a negociação por um financiamento.

Por isso, se você já pagou a dívida e o seu nome permanece nos cadastros negativos, você está sendo lesado pela empresa, pois já está colocando as suas contas em dia e está perdendo os direitos de quem tem o nome limpo.

Portanto, se esse é seu caso, procure pela LiberFly!

Conclusão: Dívida paga e nome permanece nos cadastros negativos

Como vimos, muitas pessoas passam por uma situação de dívida paga e nome permanece nos cadastros negativos.

É muito importante que você saiba que, nesses casos, você está sendo lesado pela empresa e tem direitos que pode e deve reivindicar.

Quando seu nome está nos órgãos de proteção ao crédito, sua vida financeira fica limitada e você está sofrendo danos morais.

Por isso, nesses casos, entre em contato com a LiberFly!

Somos uma empresa especializada no adiantamento de ativos judiciais. Em outras palavras, você manda o seu caso para a gente e nós assumimos o risco do seu caso em troca de um adiantamento da sua indenização.

É a forma mais rápida e menos burocrática de ter acesso aos seus direitos sem ter de se preocupar em ter de aparecer em audiências e julgamentos.

E aí? Curtiu saber tudo sobre o que fazer caso a dívida seja paga e o nome permanecer nos cadastros negativos? Então continue lendo o blog da LiberFly para se inteirar sobre os seus direitos de consumidor!

Leia: Dívida prescrita pode ou não ser cobrado?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.